Escolha sobre o que você quer ler

    capa do vídeo sobre certificação de material

    Como é feita a certificação de Material? – Conteúdo Local

    1001 500 RBNA Consult

     

    Prefere ler o conteúdo? Veja abaixo a transcrição do vídeo “Certificação de Material – Conteúdo Local”

     

    “Olá, pessoal! Meu nome é Fernanda David e eu faço parte do time de Conteúdo Local do RBNA Consult, e hoje eu vou explicar um pouco como funciona a certificação de Material. 

    Então vamos lá? 

    Primeiro, é importante saber a definição de material, que segundo a Resolução da ANP Nº 19, de 14 de junho de 2013, são consumíveis e objetos que compõe uma obra, construção, montagem ou atividade afimAlguns exemplos são os combustíveis, parafusos, explosivos, cimentos, dentre outros. 

    Mas, só serão passiveis de certificação, os materiais adquiridos diretamente pelos operadores, e que tenham a necessidade de comprovação para efeito de cumprimento do conteúdo local contratual. 

    A certificação de material é bastante simples. Primeiramente, precisamos verificar a origem de fabricação dos materiais pelo CSTOs CSTs iniciados por 1, 2,6 ou 7 indicam que os materiais têm origem estrangeira, então não são certificáveisOs demais CSTs indicam origem nacional, portanto, deve ser realizada a certificação e estes terão 100% de conteúdo local. 

    Além disso, não serão certificáveis os materiais que façam parte de contratos associados a Conjuntos ou Sistemas que não sejam adquiridos diretamente pelos operadores. 

    É isso! Obrigada por assistir e fiquem por dentro do nosso blog e das nossas redes sociais.

     

    Que ver mais vídeos como esse? Se inscreva no nosso canal do Youtube AQUI.