Escolha sobre o que você quer ler

    Pessoas olhando um computador ao redor de uma mesa

    As Etapas da Certificação ISO 37001 Antissuborno

    1024 683 RBNA Consult

    Vamos lá! Sua empresa estabeleceu um programa de Compliance. Ela realizou a análise de riscos, implementou políticas, atualizou o código de ética, promoveu treinamentos, aplicou a duediligence em seus fornecedores ,contratou um canal de denúncia terceirizado entre outras medidas.  

    O esforço e colaboração de todos foi imprescindível e agora a organização deseja auditar seu sistema para que ele possa ter uma certificação de reconhecimento internacional. 

    Neste post iremos falar sobre as fases da certificação e o seu ciclo, comentar sobre alguns pontos importantes da norma e o que levar em consideração na hora de escolher a sua certificadora. Acompanhe! 

     

    O ciclo de certificação e as fases da auditoria da ISO 37001

     

     

     

     

    A norma me diz quais documentos e medidas devo tomar? 

    A resposta é não. A ISO 37001 é uma norma de requisitos, portanto deve ser seguida na íntegra, mas ela não aponta como deve ser feito e sim o que deve ser feito. Por exemplo, é necessário que a política antissuborno contemple alguns itens, mas ela não dará a política pronta. Até porque cada organização é única e a política deve ser desenvolvida de acordo com cada contexto e necessidade. 

    Ainda em relação as medidas que devem ser tomadas, a norma aponta o deve, convém que epode.  Toda vez que a norma apontar um “deve”, aquele é um requisito, é esperado que seja realizado na íntegra. Quando a norma apontar um “convém que” ela está dando uma recomendação, não é uma obrigação, mas é interessante que seja cumprido. E por fim, quando a norma apontar um “pode” ela está indicando uma permissão, uma possibilidade, fica a cargo da empresa realizar ou não. 

    A norma conta com o Anexo A, que é uma orientação para o seu melhor uso. De acordo com a ISO 37001, “o objetivo deste Anexo é indicar para algumas áreas específicas o tipo de ações que uma organização pode adotar ao implementar seu sistema de gestão antissuborno”.  

     

    O que levar em conta na hora de escolher sua certificadora? 

    A norma ISO 37001 não é uma norma compulsória, ela é uma norma voluntária, ou seja, as empresas não são obrigadas a serem certificadas. Mas as empresas que optarem pela certificação, precisam escolher uma certificadora. A primeira coisa é verificar se a certificadora é acreditada ao Inmetro. O RBNA Consult é acreditado para certificar a Norma ISO 37001.  

    É importante levar em conta não só o valor do investimento, mas também se há conflito de interesse com alguma certificadora antes de realizar a decisão final. Outro ponto é em relação ao setor da empresa auditada e o conhecimento da certificadora naquele setor, além de localização geográfica levando em conta as auditorias presenciais e ainda a disponibilidade em relação ao cronograma.  

    Ficou com alguma dúvida? Quer saber mais sobre essa certificação? Contate um de nossos especialistas agora mesmo!